Português | English

Essa é a historia de uma família e de uma empresa, mas vamos nos focar nos dois irmãos mais diretamente envolvidos no desenvolvimento do Atui.

Franklin, advogado praticante, sempre teve como paixão, que se tornou um hobby, quase uma obsessão, o estudo do bioma e mais propriamente a flora. Seu conhecimento chegou ao ponto de auxiliar no tratamento de sua irmã, com câncer, que tem hoje para a família grande sobrevida graças a isso. Nota-se, ainda, sua paixão ao entrar em sua casa e ver que tem algumas paredes forradas com prateleiras repletas de jarros com plantas, sementes, raízes, ..., de toda natureza.

Franklin, ainda jovem, se deparou com um problema que o aterrorizou. Queda rápida de seus cabelos. Foi nesse momento que resolveu concentrar sua paixão por propriedades de produtos naturais em sua cabeça. Chegou eventualmente na planta que embasa nosso produto.

Nesse momento entra seu irmão mais velho, Ytaboray, que assim como ele exerce uma profissão com muita dedicação mas alimenta um hobby bastante diferente de seu oficio. Ytaboray é um quiroprata muito competente mas tem uma paixão por processos. Ytaboray desenvolveu a forma de seu irmão poder testar sua planta em sua cabeça.

A paixão dos dois assim como sua dedicação já os confere o status de grandes conhecedores na área, nem por isso sabiam que precisavam encampar “universitários” (os experts) para chegar a um produto de qualidade assegurada.

A partir daí temos a participação de vários players. Em um primeiro momento Itaboray contou com o auxilio de Dra. Neyde Murakamy Iha, da USP, PHD em Química, para chegar a uma formulação adequada. Nesse momento, já com bons resultados em seu estudo pessoal, Franklin procura a Dra. Bertha Tamura e lhe propõem acompanhar seu tratamento para escapar do “achômetro esperançoso”.

A Dra. Bertha acompanhou seu caso durante um ano e meio e a documentação do caso assim como obviamente a efetividade do mesmo foi a base para a obtenção da patente americana conferida ao Atui.

Muito bem, nesse momento viu-se a chance da criação de um verdadeiro produto, apto a ser comercializado e beneficiar milhares de pessoas com a mesma aflição.

Ai que entram Jorge Akira, ex-executivo da Roche, Novartis e Allergan, mais próxima ao mercado de produtos dermatológicos. Entram ainda Marcelo M. Borges, ex-executivo da Astra-Zeneca e Novartis, e ex-gerente geral Brasil e responsável regional (América Latina) da Danone, assim como o diretor financeiro da mesma, Edson Ikeda.

A partir de então o produto passa a ter um tratamento de marca a ser utilizada por um universo maior de pessoas.

O primeiro passo foi o de desenvolver ainda mais a formula para adequação a tratamentos de longa duração somando-se `a loção o shampoo e condicionador que não só conferem mais efeito no tratamento da queda e crescimento do cabelo, assim como lidam com outras necessidades do mesmo (brilho, maciez, ...). Nesse momento contam com o expertise de Alberto Kurebayashi, ex-presidente e conselheiro da Associação Brasileira de Cosmetologia e atual presidente da Protocolo Consultoria com importantes clientes na área.

Quase pronto para o mercado! Faltava somente comprovação clínica e formal (mais pessoas do circulo do Franklin já vinham obtendo bons resultados) em um maior número de pacientes e comprovação de segurança para uso de longa duração.

Aí entra a Medcin, centro privado de pesquisa clínica especializado em produtos cosméticos. Dirigida pela Dermatologista Dra. Flávia Addor, que conduz estudos com mais de 80 pacientes e comprova a efetividade da loção, conforme estudos em nosso site.

Muito bem, pronto para o mercado! Quase, a necessidade agora seria de poder produzir Atui em larga escala. Para tanto agora contamos com o plantio e extração na região de Sorocaba / Piedade, com a produção do extrato na Mapric Greentech, empresa franco-brasileira especializada na fabricação, extração e desenvolvimento de bioativos para o segmento cosmético e finalmente industrialização na Biosphere, indústria cosmética especializada em produtos de alto valor agregado, fundada e dirigida por ex-Executivos de Natura e Yakult

O Franklin é portador de calvície androgenética. Sua calva era absoluta. Aos trinta e poucos anos já não havia mais nenhum fio em sua cabeça. Dra. Bhertha explicou que para a ciência atual, antes da inovação ATUI, não nasceria nenhum fio sobre a cabeça, pois pensava-se que os bulbos não mais responderiam a tratamentos. Entretanto, a inovação cientifica do ATUI, contrariando o conhecimento atual, possibilitou o nascimento de vários novos fios e surgimento constante ao longo do tempo, de fios embrionários.

Pode parecer que o Franklin ainda tenha pouco cabelo, mas na verdade, não teria nenhum, sem ATUI, segundo seu depoimento, “Eu aplico o Tonico logo ao me levantar. Reaplico após o banho, antes de dormir. Durante todo esse tempo, tenho me exposto ao sol sem qualquer problema ou irritação. Em dois anos de uso, recuperei-me de quase 10 anos de queda capilar. Se na época já existisse o Tônico Pró Capilar ATUI, no inicio, tenho certeza que eu não teria ficado careca”.

Não tão curiosamente a maior parte dos integrantes desse time citado acima trabalha esse produto com especial dedicação pois já sofremos do mesmo mal.

Nossa missão passou a ser, portanto, beneficiar tantas pessoas, ainda em tempo. É o sonho do Franklin e do Ytaboray.

Somos portanto uma start-up 100% brasileira, que alia a natureza `a alta tecnologia. Contamos com expertise profissional e acadêmico em todas as etapas de nosso desenvolvimento e de manufatura do produto. Esperamos, com essa seriedade e dedicação honrar a confiança de todos que queiram lutar contra essa sina. Estamos totalmente a seu dispor!

 


Faça seu pedido